Sim, é o Brasil em comparação com outros países com o mesmo nível de desenvolvimento, superando de tudo, quando você perguntar aos gestores de grandes fundos internacionais sobre onde melhor investir, apenas dando as duas opções em resposta. A pesquisa feita por CGLA Infrastructure, uma consultoria que promoveu na semana passada o 15º Fórum Latino-americano de Liderança brasileira em Infra-estrutura, em São Paulo. O evento foi apoiado pela Agência de Infra-estrutura.

Os resultados da pesquisa de CGLA foram mostrados pelo CEO da empresa, Norman Anderson, que apontou um quadro positivo para a avaliação de investimento para o Brasil. Apenas um em cada 10 entrevistados dizem que o país não é atraente para investimentos.

Isso não significa, no entanto, que está tudo bem e nada precisa ser feito. Um em cada três resposta, por exemplo, aponta que o ambiente é ruim para o investimento. Os inquiridos queixam instabilidade regulatória no país, entre outras fraquezas.

Para investir no Brasil, mais de 80% dos entrevistados querem acima de 10% retorna, com a maioria, mais de 15%, um valor alto para projetos de infraestrutura, mesmo para os padrões nacionais. Durante a reunião de dois dias, mais de 50 apresentações de projetos da indústria para os investidores, bem como palestras sobre diferentes áreas do governo têm tentado resolver os problemas de falta de infra-estrutura no país.

SEM COMENTÁRIOS