Eletrobras pode pagar dívida à Petrobras com ativos ministro
Eletrobras pode pagar dívida à Petrobras com ativos ministro

Ministério de Minas e Energia tem defendido com o presidente Michel Temer e da equipe econômica que é “fundamental” para a Administração de deter um poder de veto em questões estratégicas em Eletrobras após a privatização da empresa, que devem ser realizados até o final do ano , primeiro semestre de 2018 e deixar o governo com uma participação minoritária no estado.

Eletrobras deve cerca de 10 bilhões de reais ($ 3,15 bilhões) para a Petróleo Brasileiro SA, ou a Petrobras, para o fornecimento de combustível para várias de suas usinas térmicas.

Ministro Fernando Coelho Filho disse quinta-feira que o ministro das Finanças Henrique Meirelles era contra o mecanismo de “golden share” em empresas como o IRB e Embraer, mas que, no caso da Eletrobras a discussão está em curso no governo federal.

Privatização de seis distribuidoras de energia elétrica Eletrobras no Norte e Nordeste devem ocorrer antes da privatização da empresa, Coelho Filho lembrou.

Segundo ele, é possível que a venda dessas empresas irá ocorrer no final deste ano ou “o mais tardar” até fevereiro 2018.

Uma das questões mais importantes para permitir a venda dos distribuidores é resolver vários milhões de dívidas em dólares de um deles, a Eletrobras Amazonas, em conjunto com a Petrobras, para o fornecimento de gás e petróleo para a operação de usinas termelétricas.

Ministro Coelho Filho disse que a questão é discutida entre os presidentes do dois Estados e que a expectativa é uma solução para as dívidas até o final deste ano.

empresa de energia estatal brasileira Centrais Elétricas Brasileiras SA poderia pagar parte da dívida à petrolífera Petróleo Brasileiro SA com um swap de ativos, o ministro de energia do país, Fernando Coelho Filho, disse na quinta-feira.

SEM COMENTÁRIOS